Passeio de Maria Fumaça no RS, você precisa fazer essa viagem ao menos uma vez na vida

O passeio de Maria Fumaça pela região do Vale dos Vinhedos é um roteiro tradicional para todos que vão a turismo para a Serra Gaúcha. Para qualquer um que planeje uma viagem pelo estado do Rio Grande do Sul, é difícil não ouvir falar ou ler sobre o passeio, que foi carinhosamente apelidado de trem do vinho.

Conheça o Passeio maria fumaça gramado

O trem parte de Bento Gonçalves com destino a Carlos Barbosa, passando por Garibaldi, em uma viagem de 23km com duração de 1h30min e celebra a tradição italiana na região e no estado.

É possível ainda, fazer o roteiro inverso, saindo de Carlos Barbosa com destino a Bento Gonçalves, passando por Garibaldi.

Veja como fazer o passeio de maria fumaça em gramado

A viagem é realizada em uma Maria Fumaça autêntica, são dois modelos em operação: uma MIKADO 156 fabricada nos Estados Unidos em 1941 e uma YUNG 4 fabricada na Alemanha em 1954.

Todo o processo de funcionamento a vapor se encontra completamente adaptado para operar de maneira sustentável.

Para quem está em Gramado ou Canela, é possível adquirir pacotes que partem da região central da cidade de van ou ônibus com destino a estação em Bento Gonçalves.

Conheça o Passeio maria fumaça gramado

A partir daí, o tour inclui o passeio de trem, uma visita ao museu Epopeia Italiana e até mesmo visitas a alguns vinhedos da região, a fábrica da Tramontina e uma refeição em restaurantes que servem o melhor da culinária da região.

Tudo depende do pacote adquirido, mas em todos eles a recepção na estação de Bento Gonçalves é com muita festa e diversão.

É difícil apontar qual a melhor parte do roteiro, a paisagem de trem, ou os espetáculos e a música tocada a bordo e regada a vinho e espumante, acompanhados de frios. Ou os restaurantes e vinícola da região da Uva e do Vinho.

Veja como fazer o passeio de maria fumaça em gramado

A influência italiana na região fica evidente em cada trecho do passeio, que aliás, tem justamente essa intenção. Celebrar uma cultura que tem raízes na chegada dos imigrantes italianos a mais de um século.

Não há quem tenha vivido essa experiência que não tenha boas lembranças para compartilhar.

This entry was posted in Blogging. Bookmark the permalink.